ARTIGO: OS 1O MANDAMENTOS DA MOTIVAÇÃO

"Estes e mais textos no site do RUDSON BORGES" www.blog.rudsonborges.com.br


"As pessoas dizem frequentemente que a motivação não dura. Bem, nem o banho - e é por isso que ele é recomendado diariamente" (Zig Ziglar).

Dias atrás, num programa de televisão, certo apresentador afirmou que vendedores motivados vendem mais. Será?

Antes de qualquer coisa, é bom lembrarmos que assuntos voltados à motivação pessoal e profissional estão em alta. De maneira simplista costuma-se resumir motivação como: motivo + ação ou ter um bom motivo para agir. É claro que são definições verídicas, mas somente definem o significado da palavra.

Noção Básica de Motivação:

A Psicologia define motivação como “a força (desejo) propulsora por trás de todas as ações de um organismo”. Já para o Dicionário de Marketing é um “conjunto de fatores psicológicos (conscientes ou inconscientes) de ordem fisiológica, intelectual ou afetiva, os quais agem entre si e determinam...” Há quem diga que motivação é um sentimento de uma necessidade, outros a definem como transformar um motivo em ação, atitude.

Existem diferentes teorias para a motivação, e uma das mais consagradas é a de Abraham Maslow - (1908-1970), psicólogo norte-americano, considerado o pai do humanismo na psicologia. Sua teoria diz que nós possuímos diversas necessidades, e estas podem ser separadas em categorias hierarquizadas. Segundo Maslow, para motivar uma pessoa deve-se identificar qual é a categoria mais baixa na qual ela tem uma necessidade, e supri-la antes de pensar noutras categorias mais altas.

Estas categorias são normalmente apresentadas na forma de uma pirâmide. Veja!
Necessidades Fisiológicas: Principal prioridade humana, pois entre elas estão: beber, comer e respirar. Sem estas necessidades as pessoas ficam doentes e debilitadas.

Necessidades de Segurança: Qual pessoa sente-se confortável com a insegurança? Todos querem segurança financeira, física, emocional, familiar, etc.

Necessidades Sociais: Uma vez que as categorias anteriores (Fisiológicas e de Segurança) estejam supridas, surgem as necessidades socais: inclusão, amizade, amar e ser amado, encontrar na família uma base afetiva, etc.

Necessidades de Status e Estima: Ser reconhecido como uma pessoa admirada, inteligente e competente faz parte das necessidades de Status e Estima. É possível ainda destacar o desejo pela fama, poder e prestígio. Por causa disso muitos se transformam em prepotentes, gananciosos e arrogantes. Necessidade de Auto Realização: Pode haver algo mais agradável do que a sensação do dever cumprido e ter consciência de que você explorou todas as suas habilidades em prol de um objeto específico? Todos gostam (deveriam) de encarar os problemas e resolvê-los, de enfrentar desafios e vencer, de dar o melhor de si e conquistar coisas e bens como fruto de sua capacidade e esforço. Esta capacidade nos é natural e significa atingir o máximo (quando se faz o que gosta).

Resumindo, existem fatores motivacionais adequados a cada individuo – o que motiva “este”, pode não influenciar “aquele” ou o que me motivava ontem já não me motiva hoje.

Exemplos:

Promover um funcionário que está passando por instabilidade física não o motivará. Neste caso, nada lhe será mais agradável do que ter sua saúde restabelecida.

Algumas pessoas preferem trabalhar naquilo que gostam ainda que pra isso seja preciso ganhar menos ou trabalhar mais, pois a maior motivação está em fazer o que gosta.

A importância da motivação:

Imagine que numa equipe de vendas externas existam dois profissionais: João e Antônio.
João é um excelente profissional, ele é bom e sabe disso. Ele domina técnicas, conhece o produto e o mercado, tem uma fantástica oratória e poder de persuasão.

Antônio vende os mesmos produtos, inclusive teve os mesmos treinamentos. Ele é um tanto quanto "limitado", tem alguns bloqueios e várias limitações, é tímido e um pouco gago.
João espera as coisas acontecerem, não corre atrás de metas, não se preocupa em encantar e fidelizar os seus clientes. Antônio dedica-se e dá o seu melhor, afinal, ele sabe que se não é possível vencer pelo talento, o esforço "quebra o galho".

João tem muitos "atributos", mas lhe falta o que sobra a Antônio: MOTIVAÇÃO (e isso faz a diferença). Não estou dizendo que talento é desnecessário ou secundário, ao contrário, pois só a motivação não basta... É preciso ter criatividade, atitude, conhecimento prático e teórico, saber se comunicar, se relacionar, etc. Apenas afirmo que talento sem motivação é desperdício – é como um rei sem coroa.

Os 10 mandamentos da motivação:

Abaixo citarei o que eu classifico como os dez mandamentos da motivação - todos são importantes e se interligam. Não é acadêmico, é vivencial (subjetivo), baseado na minha experiência e na caminhada que me colocou na trilha do sucesso. Confira!

1. Não seja um procrastinador

Não adie as tarefas de hoje, também não adie suas decisões – não “empurre com a barriga”. Seja homem (ou mulher) para encarar os problemas de frente, pois fugir não
resolve, ao contrário. Evite sempre acumular afazeres, pois isso é desgastante e estressante.
Eclesiastes 9: 10 - “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma”.

2. Comece algo e termine

Lembro-me de uma ocasião em que passei algumas horas escrevendo um artigo e o computador "travou". Resultado? Perdi tudo e fiquei bastante chateado. Eu havia começado, mas o final era a minha motivação. Procure terminar o que começar, para só depois fazer algo novo... Tem gente que começa a ler cinco livros ao mesmo tempo, mas não termina nenhum. Nos motivamos com os resultados.

3. Confie em você mesmo

Ao atender centenas de pessoas e empresas, detectei diversos casos em que sobrava capacidade, mas faltava confiança. Há ocasiões que o segredo do êxito é apenas "confiar no seu taco" e ter "bala na agulha". A PNL nos ensina ao dizer que: "Todos possuem os recursos que necessitam, basta acessá-los". Fale em alta voz: "Sim, eu posso. Eu me permito. Eu vou".

4. Valorize o que realmente importa

Defina suas metas, suas prioridades e valores. Equilibre seu tempo, não viva só para o trabalho, por exemplo. Desfrute de momentos felizes ao lado de seus familiares. Pratique atividades físicas, leia bons livros, ouça boas músicas, exercite a sua fé.

“Vibre, comemore, beba um copo de água em sua homenagem e siga em frente que a motivação é você!” - Anônimo.

5. Tenha grandes planos

Ah, alguém sabiamente já disse que você é do tamanho dos seus sonhos. Sabe de uma coisa? É uma das verdades mais lindas que já ouvi.
Ford disse que se você pensar que pode ou que não pode de qualquer maneira estará certo. Então pense que você pode, mas pense grande. Seja ousado, audacioso, saia da zona de conforto e viva a vida plena que Deus deu pra você. Estabeleça uma meta e corra atrás.

6. Agradeça sempre

Não tem piscina em casa? Tome um banho de chuveiro. Não tem carro? Ande no melhor ônibus. Não tem filhos? Adote. Não tem dentes? Agradeça pela boca.

Para ser feliz, motivado e bem sucedido o ser humano precisa agradecer mais e reclamar menos e parar de se comparar com “este” ou “aquele”. Você é único e especial.

Pense nisso: "Sempre reclamei dos meus sapatos, até que um dia, ao dobrar uma esquina, avistei um homem sentado sem os dois pés".

7. Ame-se muito

O maior amor que podemos sentir é o amor próprio. Este sentimento profundo acerca de nós mesmos nos fará amar incondicionalmente o próximo e o Arquiteto do Universo. Quando temos uma boa autoestima os nossos relacionamentos são mais saudáveis e duradouros. Ame-se muito e seja o seu próprio fã. Se possível, siga você mesmo no Twitter.

8. Não tenha medo de fracassar

O fracasso é uma ação, não é uma pessoa. É apenas uma oportunidade pra você fazer diferente. Portanto, mesmo que você caia, levante-se com classe, e saiba que os tombos te ensinarão novas manobras.

“Errei mais de 9.000 cestas e perdi quase 300 jogos. Em 26 diferentes finais de partidas fui encarregado de jogar a bola que venceria o jogo… e falhei. Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida. E é exatamente por isso que sou um sucesso”. — Michael Jordan.

9. Seja disciplinado

Disciplina é fazer aquilo que muitas vezes não queremos, mais precisamos. Disciplina é agir estrategicamente. Disciplina é plantar para colher, só que o plantio é árduo. A disciplina transformou um camelô em um dos maiores empreendedores do mundo.
“O único lugar aonde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”. - Albert Einstein.

10. Persista, persista, persista

Olhe para seu alvo, fixe os olhos nele e prossiga até tocá-lo. Será fácil? É bem provável que não, mas ainda que você seja surrado, não seja nocauteado. Quanto maior for a dificuldade maior será a glória. Fomos criados para sonhar e são eles - os sonhos - que abastecem a nossa alma. Não venda os seus sonhos, não desista deles, não deixem roubá-lo de você. Lute sempre!

Desejo tudo de bom e muito, muito mais.

Seu amigo, Rudson Borges!

Borges é Gestor de Negócios, Máster Practitioner e Trainer em Programação Neurolinguística, Coach Pessoal e Executivo. Rudson é um dos mais contratados palestrantes brasileiros da atualidade, sendo convidado por grandes empresas do Brasil e do Exterior para ministrar palestras e treinamentos de motivação, vendas e PNL. Borges é um motivador nato e desde seus 17 anos dedica-se a ajudar pessoas e empresas a conquistarem os resultados que desejam. Para saber mais acesse: www.rudsonborges.com.br

E-mail/ MSN: contato@rudsonborges.com.br
Twitter: @rudsonborges

2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog!
    Textos ótimos!
    Já estou seguindo!

    http://brunocomotti.blogspot.com/

    ResponderExcluir